Yara e Mariana – Cap 2

Mariana – Mas tu é maluca? Sabe que podias ter se afogado?

Eu – Calma menina, eu sei o que faço. – Comecei a rir e reparei que ela estava me abraçando

Mariana – Ok então! Mas se você se afogasse, eu não tinha nada a ver com isso.

Eu – Ah é? Então porque ficou tão preocupada e porque está me agarrando?

Mariana – Ah…Hmm Porque não sei, vamos ao Mc que estou com fome.

Saímos da agua e fomos arrumar as nossas coisas. Eu vesti o meu short e ela a blusa sem manga dela e fomos embora para o Mc. O meu celular começou a tocar.

Eu – Olá, o que aconteceu amor?

Gonçalo – Nada, era só para saber se na sexta quer sair.

Eu – Yeah, vamos onde?

Gonçalo – Vamos ao Vip’s e eu coloco o teu nome na lista. Só tens de levar a identidade, amor.

Eu – Está bem, mas eu devo levar uma amiga, depois falo melhor contigo. Beijos.

Gonçalo – Relaxe, beijos. – Eu desliguei a ligação e entrei no Mc para fazer o pedido.

Eu – Desculpa, era o Gonçalo.

Mariana – É o teu namorado ou coisa assim?

Eu – De jeito algum! É o meu melhor amigo. Eu já tinha dito que não tenho ninguém – Comecei a rir

Mariana – Está rindo do que?

Eu ia responder mas fui interrompida pela atendente e fiquei grata por isso, pois eu não sabia bem porque tinha começado a rir. Nós fizemos o nosso pedido e fomos para a varanda pois estava muito calor. Durante algum tempo ficamos caladas, mas eu quebrei o silêncio quando roubei o molho dela.

Mariana – É gordinha mesmo hein, comeu o seu e ainda quer o meu.

Eu – Não diga isso que até me sinto mal – Comecei a rir e logo depois ela também começou a rir. Lembrei que tinha de lhe perguntar se queria sair no sábado.

Eu – Oh Mariana, quer vir com a gente ao Vip’s, no sábado?

Mariana – Isso é o que?

Eu – É uma discoteca, ô tonta.

Mariana – Ah desculpe a minha ignorância! Eu posso ir desde que não me abandone por lá!

Eu – Não se preocupe, está desculpada, (comecei a rir quando lhe respondi) não te abandonarei.

Já tínhamos acabado de comer, apanhamos o carro w passamos o caminho todo falando e rindo. Quando estávamos chegando na parada que ela ia ficar, ela me pediu o número do meu celular e quando escrevi o número no celular dela, recebi um beijinho e então ela saiu.

Os dias foram passando lentamente e a cada dia que passava eu me sentia mais estranha e confusa ao lado dela. A vi todos os dias pois éramos da mesma turma, mas dentro da escola ela era uma pessoa bastante diferente do que fora da escola.

Finalmente já tinha chegado sexta. Jantamos e eu pedi a minha irmã para pintar minhas unhas pois eu estava com muita preguiça.

Nicole – Mana, que cor quer?

Eu – Pode ser azul. – Ela tirou o esmalte  azul e começou a pintar as unhas, eu comecei a sorrir sozinha e a minha irmã ficou boba olhando para mim.

Nicole – Esta rindo de que?

Eu – De nada, simplesmente lembrei de uma coisa, você e o Salvador como é que estão?

Nicole – Estamos muito bem. Ele vem pra cá hoje, vamos ver um filme e vou tentar convencer os pais a deixarem ele dormir aqui. E você, menina Yara, como é que vão os rapazes? – Eu comecei a rir de novo mas tive que controlar e o pior de tudo é que eu não percebi o porque de ter começado a rir.

Eu – Não vão, menina Nicole, estou solteira e muito bem. Muito obrigada por ter pintado as minhas unhas. Agora sai que vou me vestir.

Ela saiu do quarto e eu fui buscar os meus shorts de cintura alta, um top branco, um casaco preto e os meus All Star brancos, fui alisar o cabelo e depois me maquiar. Coloquei o perfume e desci para a sala.  Ouvi a campainha tocar fui abrir a porta e lá estava a Mariana e o Salvador. Ela estava linda.

Salvador – Está uma gata cunhada..

Eu – Não fala deste jeito que fico tímida.

Salvador – Não falo não. Eu vou é ficar com a minha princesa e vocês duas divirtam-se.

Eu – Olá. Está pronta?

Mariana – Eu nasci pronta

Eu fui me despedir dos meus pais e ligar para o táxi.

Eu – Já podemos ir que o táxi deve estar quase chegando.

Mariana – Vamos embora então, quanto é que é o valor do táxi?

Eu – Não sei, mas não se preocupe que eu pago! E não quero saber de nada e se você pagar fico chateada contigo.

Mariana – Isto sim é chantagem e não vale.

Eu – Não quero saber! Eu pago e acabou!

Mariana – Então, depois pago as bebidas.

Eu – Combinadíssimo.

Taxista – Então, boa noite onde é que o casal quer ir?

sig_Alona.png

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.