Viajando com a namorada pela primeira vez

O ano velho já acabou e o ano novo já começou. Muitas perceberam que fiquei ausente esses últimos e primeiros dias do ano né? Pois é, eu estava viajando com minha menina para passarmos o reveillon juntas e longe. Bem longe.

Até pensei em fazer um post sobre a viagem para vocês e até posso fazer depois mas o que eu mais queria vir falar com vocês foi a experiência de viajar durante 10 dias com a minha namorada. Só nós duas. Pela primeira vez.

Nós já tínhamos viajado juntas, mas sempre com uma parte da família e sempre por um curto período de tempo. Nunca tinham sido dez dias longe de casa e longe de toda a família. E aí eu quis dividir esse aprendizado todo com vocês.

Antes da viagem você tem que saber algumas coisas que podem mudar a maneira como você vê a vida. A primeira delas é que você vai precisar fazer necessidades fisiológicas (todas elas) no mesmo banheiro que sua namorada. Admito que para mim isso era meio tabu, eu nunca conseguia. Mas como a minha namorada é linda e fofa e vivemos brincando sobre esse assunto, não foi um problema lá.

Em uma viagem para lugares turísticos é sempre ideal levar um roteiro, mesmo que não o siga perfeitamente, tenha uma base dos pontos que você quer visitar e quando for fazer esse roteiro, certifique-se de que ela deve estar junto e opinar igualmente. A viagem é do casal e não sua.

A vida em um quarto de hotel pode ser bastante bagunçada para duas pessoas. Então se você costuma tirar a roupa e ir largando pelo caminho, evite. Sua namorada vai desistir de casar se perceber que você é mais bagunceira do que ela imagina. Além do mais, fazer bagunça na sua casa (ou de seus pais) é uma coisa. Em um hotel o quarto é das duas, então você deve respeitar o espaço dela também.

Lembre-se de que vocês ainda não são casadas e o dinheiro não é o mesmo, tá? Pode parecer meio escroto o que vou falar, mas tenha noção do dinheiro que você está levando. Quando chegar lá, você vai pagar coisas para ela e ela vai pagar para você, mas tem algumas outras coisas que vocês irão pagar separadamente, então é melhor não juntar tudo para não dar enrolação né?

Outra coisa é esquecer essa coisa de que já que vão dormir juntas todos os dias tem que ter sexo sempre. Apaguem a periquita meus amores. Sem dúvidas, é ótimo ter o quarto só para vocês. Poder fazer sexo sem se preocupar se a porta tá trancada ou não, ficar de namoro no chuveiro, isso tudo é ótimo, mas não precisa ser todos os dias. Se vocês conseguirem, ótimo, mas se não rolar, não se deprima, o sexo tem que ser conquistado e não forçado.

Não quebre suas rotinas. Se você tem mania de ler para dormir, tenho certeza que sua namorada não vai se importar de ficar abraçada com você na cama enquanto você lê. Ou se você gosta de ir ao banheiro antes de tomar banho, ela não vai brigar porque você demorou um pouco mais. Enfim, seja qual for sua mania, você não precisa deixar de seguir com ela só porque esta dividindo o quarto com sua namorada.

Todas as dicas podem se resumir em uma coisa: respeito. Não é exagero. Se você tiver a noção de que aquele espaço deve ser para duas pessoas e que ambas devem respeitar os limites e o espaço da outra, nada vai dar errado. Por experiência própria, se vocês estiverem um bom diálogo e um relacionamento respeitoso a viagem só vai aproximar ainda mais vocês.

O difícil vai ser lidar com a saudade de ter que ficarem separadas quando voltarem.

Me contem as experiências de vocês aqui embaixo! 😉

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.