Sete dicas para o #DiaDoOrgasmo

Quem não gosta de orgasmo? E se você respondeu que não gosta, das duas uma: ou é assexuado ou nunca teve um.

A verdade é que o mito, tão falado orgasmo é a maneira que Deus arrumou de nos mostrar um pedacinho do céu por alguns segundos. Não acredita? É porque nunca teve um.

Ok, ok, estou sendo um pouco exagerada, mas a verdade é que o orgasmo não é uma coisa simples que encontramos em qualquer esquina por aí. E não acreditem nesse lance de que lésbicas tem o manual completíssimo do orgasmo de cor, que nem sempre é assim. Uma prova disso é que a revista Cosmopolitan, a queridinha das americanas, lançou em seu site um manual com 28 posições para o sexo entre mulheres.

As dicas aí embaixo são bem pessoais, então nem todas funcionarão 100% para todos os casais e se minha namorada perguntar, digam que foi sem querer! rsss

#1 – Arrume um lugar confortável
Sexo é bom e todo mundo sabe disso. Mas orgasmo é um clímax difícil. Então procure um lugar onde as pessoas vão ficar à vontade. Carro, banheiro e escada de condomínio não impedem que o orgasmo aconteça, mas a tensão de serem descobertos e a falta de posição podem atrasar e dificultar chegar ao nível que todos queremos.

#2 – Conversem, sorriam, se beijem
Não importa qual o relacionamento ou qual o nível de intimidade entre as pessoas envolvidas. A relação sexual exige uma entrega grande e a melhor maneira de começar direito é se dedicando ao beijo, brincando com a língua nos lábios, rindo e aos poucos descobrindo onde a pessoa gosta de ser tocada.

#3 – Tire a roupa toda
Logicamente, essa dica depende muito do local onde vocês estão, mas caso seja possível, tirem a roupa toda. Essa dica na verdade não é só para orgasmos. Sexo é para se fazer sem roupa! E nada de esquecer aquela calcinha na canela, ok?

#4 – Sem pressa, querida
Orgasmo é um mito por uma razão. Ele não é fácil de se atingir, ele depende de muitas coisas e a conexão entre as pessoas é essencial. Antes do orgasmo muita coisa deve acontecer. Invista nas preliminares, nos sorrisos, olhares, toques, lambidas, mordidas…enfim, o que os dois quiserem fazer, é válido.

#5 – Oral? Strapon? Dedos? Firsting? 
A maneira que o sexo vai ser feito é uma só: com vontade, e muita. Não importa se o orgasmo virá no oral, na penetração ou no anal. Isso varia de acordo com as pessoas envolvidas. Tem gente que gosta de todas as formas e tem gente que não gosta de quase nenhuma. A conexão entre as pessoas é essencial e são os olhares e toques que vão indicando os caminhos a se seguir. Aquela história né, se ela gemeu, continua que tá bom.

#6 – Não tenha medo do novo
Essa dica acaba se adequando mais a casais que estão juntos há um tempo. Experimente novas posições, novos acessórios, novas formas e novas técnicas. Use um dirty talk diferente ou compre um gelzinho que esquenta/esfria. Novidades sempre apimentam o momento

#7 – Na dúvida, pergunte
Essa dica é a mais importante, na minha opinião. Não tenha medo de perguntar a outra pessoa o que ela gosta ou não. Interaja e descubra mais sobre ela. O sexo é feito por duas pessoas e o orgasmo é o ponto máximo de entendimento e sincronismo destas pessoas. Ele é o clímax, que pode ser repetido várias vezes, lógico.

Quer contar as suas dicas ou quer falar mais sobre o assunto? Comenta aqui embaixo!

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.