Rosa dourada – Cap 34

Apesar de todos os acontecimentos anteriores, segui em frente e esqueci tudo. Quer dizer…fiz o possível para tentar esquecer.

É muito bom ter a Patrícia ao meu lado, nos amamos e estávamos fazendo de tudo para que a chama do nosso amor não acabasse. Engana-se aquele que pensa que o ocorrido fez com que nosso amor diminuísse. Estar ao lado dela era tudo que queria.

Estávamos prestes a completar exatos 6 meses de namoro. O nosso término só nos fortaleceu e fez com que eu percebesse que ela é tudo pra mim. Minha vida, o ar que respiro. Posso até parecer eloqüente, mas o amor que tenho por ela é verdadeiro.

Faltavam dois dias para completarmos meio ano de namoro. Patrícia, se encontrava mais animada e esperançosa que eu. Me sentia meio incapaz quando minha ansiedade era comparada a dela. Eu estava feliz, mas não tinha como ficar 100% animada como ela estava.

Eu estava sendo bastante egoísta, após todo o ocorrido, estar ao lado dela era tudo pra mim. Mas não estava sendo possessiva como ela. Queria abrir um pouco mais, só que não estava dando mais certo. Fiquei abalada… Até hoje digo que esqueci e que estou bem, mas tudo não passa de uma grande mentira. Era impossível esquecer da surra que levei e da traição das pessoas que diziam ser meus amigos e que se importavam comigo.

Agora posso dizer quem são os verdadeiros, com que eu posso contar cada vez que precisar. E era isso que estava esperando. O tempo não apaga, o tempo não erra, o tempo nos mostra as suas leis que giram o mudo. Eu fiz pedaços de um amor que eu quis! E superar tudo faz parte.

Logo mais iríamos nos encontrar novamente, ela me convidou para sair com sua família. Foi inesperado, achei até um pouco precipitado o seu convite. Aceitei. E segundo ela seria uma noite bastante especial, pois iríamos dizer oficialmente para seus pais que estamos namorando!

sig_clara.png

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.