Reação de crianças ao casamento gay

Esse vídeo é tão bom em tantos aspectos que demorei mais do que devia para escrever este post.

Todo mundo (ou quase todo mundo) já viu este vídeo e sabe do que eu estou falando. E para quem não viu, se prepare para uma bomba de emoção, respeito e fofura.

Explicando melhor: A séria “Kids React” mostra a reação de crianças à situações delicadas e polêmicas. Neste episódio elas viram vídeos de pedidos de casamento gays. Logicamente, os mais fofos, possíveis. Mas o melhor não é só eles vendo os vídeos é depois quando os organizadores falam para eles que muitas pessoas discordaram destes pedidos, justamente por se tratarem de pedidos homossexuais e a criança responde enfurecida que não entende o porque de alguém ficar irritado com um pedidos desses (4:40). Afinal de contas, é só amor.

Nessas horas me pergunto em qual momento do crescimento ficamos tão preconceituosos e intolerantes? E não adianta bater no peito dizendo que não é preconceituoso com gay, mas diz pro amiguinho que só podia ser mulher dirigindo quando vê alguém fazendo merda no trânsito. Dá tudo no mesmo.

Quando nós somos crianças a percepção da vida é bem mais simples. Somos humanos. O bem e o mal é praticamente dividido em risos e lágrimas e o amor é puro, certo e perfeito. Mas aos poucos precisamos aprender a pensar e ver o mundo com os olhos de um adulto. É onde tudo se perde. Nos apaixonamos e nos decepcionamos.. ouvimos que homem é tudo igual mesmo. Quando vemos um casal gay nos dizem que é errado e que é pecado. Casal gay se cansando, então? Pecado dos piores do mundo.

A televisão, a escola, os pais, a mídia e tudo a nossa volta nos lembra do único caminho que devemos seguir: heterossexual.

Ok, ok, mas como mudar isso? Nos trancafiando isolados do mundo longe de qualquer referência? Não. Para começar vamos aprender mais sobre a vida? Vamos olhar além da nossa rua? Do nosso pequeno mundinho? Depois, vamos ler o HPM e ver como o amor é lindo em tantas diferente formas? (ok, puxar saco para o nosso site não vale, entendi)

Mais do que isso. Vamos quebrar os paradigmas da sociedade e vamos abrir a mente. Vamos encarar o mundo com a pureza da respostas das crianças e principalmente com a pureza de amor que só elas enxergam. Vamos entender o mundo de um panorama simples onde os seres humanos são livres para amar, para fazer o bem e para realizar e a única coisa que deve ser banida/proibida é o ódio, o desgostos, o desrespeito e a intolerância.

Seja você feminista, sexista, machista, ou qualquer outro ista. O principal é sermos felizes. Pregarmos o amor e realizar um mundo melhor. Um dia, nossas crianças não perderão a ideia de mundo que elas tem e mesmo quando forem adultos, serão tolerantes e saberão respeitar o próximo.

Isso cabe a quem? A nós. A geração que vai educar a próxima geração.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8TJxnYgP6D8]

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.