Rainha aprova e Reino Unido legaliza casamento gay

Aprovação real abre caminho para primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo a partir do ano que vem

O Reino Unido legalizou nesta quarta-feira (17) o casamento gay depois que a rainha Elizabeth 2ª concedeu aprovação real, abrindo caminho para as primeiras uniões entre pessoas do mesmo sexo no ano que vem.

Legisladores comemoraram quando o presidente da Câmara dos Comuns anunciou que o consentimento real havia sido concedida – um dia depois que o projeto de lei foi aprovado no Parlamento.

A aprovação da rainha é uma formalidade e é o último passo necessário para que o projeto se torne lei.

A lei permite que casais gays celebrem sua união em cerimônias civis e religiosas na Inglaterra e no País de Gales, embora a Igreja da Inglaterra esteja proibida de conduzir casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Também permitirá que casais que já estavam em uniões civis – que possuem direitos e responsabilidades similares ao casamento – convertam seus relacionamentos ao casamento.

O governo britânico introduziu o projeto de lei em janeiro. O primeiro-ministro David Cameron apoiou a decisão, que dividiu o Partido Conservador e provocou debates na Câmara dos Comuns e dos Lordes.

Fonte

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.