Prova dos nove

Tentei te dizer tudo que eu não sentia
Tentei esconder de mim essa agonia
Fiquei rindo das suas insinuações
Mas a verdade é que era tudo tentação

O dia passava normal
Eu gostava de acreditar
Só que eu sabia que se não tivesse você
Nada ia ser natural

Tava tão facil esconder
Tão fácil não entender
A prova dos nove ali
e eu fingindo aqui

Fitava o celular esperando um riso seu
nem que fosse pra dizer que já me esqueceu
Olhava pra porta e imaginava
você entrando desajeitada
Eu sabia que não ia conseguir
mas você foi mais rapida e resolveu assumir
Adimite também que na prova dos nove
Nem eu nem você ficamos com 100!

Tava tão fácil esconder
Tão fácil não entender
A prova dos nove ali
e eu fingindo aqui

Agora nem adianta, gênio do mal
você se entregou, perdeu a moral
Disse e redisse que não me queria
mas na hora de provar
fraquejou e perdeu a linha
é como eu te disse
na prova dos nove, não adianta tentar
o coração da gente, sempre dá um jeito de mostrar

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.