Prayers for Bobby – Filme

Nessas minhas andanças pela internet acabo descobrindo muitas coisas. Muitas boas, outras ruins, mas todas válidas. Todas são boas para eu conhecer coisas novas e diferentes.

A última maravilhosa descoberta foi um filme chamado Prayers for Bobby (que em tradução livre seria “Orações a Bobby”) e lá fui eu assistir. Primeiro porque gosto de todos os filmes relacionados a temática LGBT e porque tinham atores famosos. Antes que atirem as primeiras pedras eu vejo todos os filmes que aparecem pra mim. Não tenho preoconceitos, ok?

Ps: Só continue a ler se estiver disposta a alguns spoilers.

O filme parecia ser bom. Logo nas primeiras cenas me prendeu e mostrou uma mãe (do Bobby) extremamente católica e beata. Ela dizia que estava criando a familia para que se encontrassem no céu, pós vida. Ou seja, todos perdoados por Deus. Estava tudo indo muito bem até que Bobby começa a realizar que há algo de “errado” com ele. Ele é gay. Após uma tentativa bem frustrada de se matar, Bobby conta para o irmão mais velho seus sentimentos, seu irmão conta para a mãe e aí a familia toda fica sabendo.

A mãe de Bobby começa uma luta diária para salvar o filho da influencia do demônio. Porém, toda essa pressão faz com que Bobby tome atitudes extremadas, ainda mais quando percebe que não existe cura para o que ele tem, já que na verdade, ele não está doente.

Bobby sempre foi o queridinho da família e com a sua sexualidade se afasta de todos o que o faz não conseguir seguir com a vida, sempre muito triste e quieto.

O filme tem um final meio triste, meio feliz, mas muito realista. Para mim, uma das melhores cenas é o momento que a mãe dele cai em si de que o que o filho ‘tem’ não é uma doença, mas na verdade uma condição natural, que ele nasceu assim.

O filme mostra a realidade de muitos jovens gays que estão por aí e serve para refletirmos sobre tudo que falamos em cada momento da nossa vida.

E como eu sou muito legal, aí está o filme para vocês assistirem! Só um detalhe, a legenda está em inglês, tá? 🙂

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.