O Amor, simplesmente – cap 90

Não haveria próxima aula. Estella estava decidida. Sabia que não resistiria a mais investidas de Dani e não queria correr o risco de estragar tudo outra vez. Decidiu que não iria trabalhar na quarta. Não estava pronta para encontrar com Dani logo pela manhã. Não sabia do que seria capaz.

Ligou bem cedo para o diretor e fez a voz de doente mais convincente que poderia ter feito. O senhor, que dirigia a escola como um pai, acreditou, desejou melhoras e disse para ela voltar só quando estivesse realmente boa. Ele mesmo a substituiria nas turmas do terceiro ano. Estella sabia que isso não era justo com os alunos e muito menos ético, mas ela não poderia ser injusta com ela mesma. Precisava de um dia para ela, só dela.

Desligou o celular, encheu a banheiro, ligou a música, colocou uma garrafa de vinho na geladeira e colocou sua roupa mais velha, daquelas bem confortáveis para ficar em casa. Tomou um banho longo, voltou para a cama ainda desarrumada só de roupão e decidiu revisitar algumas coisas do passado. Estava com saudades da mãe e puxou do fundo do armário uma caixa cheia de cartas, fotos e lembranças da sua infância. Era o local que se sentia mais segura.

Começou a reler bilhetes de sua mãe e sorria sem parar com as fotos antigas. Já meio amareladas e com cheiro de coisa antiga, Estella embarcava em uma viagem na sua história. Sempre tinha sido a queridinha: boas notas, bom comportamento, nunca arrumava problema…bem diferente de sua irmã, Isabela, que era conhecida em toda a cidade pelas bagunças que aprontava. Estella e Isabela eram completamente diferentes, mas se davam tão bem que não precisavam ser iguais. A vida toda Isabela ouvia o quanto ela não era quieta quanto Estella. E na primeira oportunidade saiu de casa e foi morar sozinha. Isso não a afastou da irmã. Estavam sempre juntas e Isabela era a única que sabia do relacinamento de Estella com Camila. Ficou com vontade de ouvir a irmã e correu para o telefone da cozinha.

– Minha irmã está viva! – Isabela atendeu com uma voz tão alegre que fez Estella sorrir feliz
– Vivíssima. E você?
– Viva, cansada, mas viva!
– Como são as coisas quando se é redatora de uma mega revista, hein?
– Bem mais trabalhosas. E como vai a vida de professorinha em cidade de interior?
– Mais agitada do que você imagina!
– Ai, meu, Deus. Da última vez que você falou isso era sobre a Camila…não vai me dizer….

O silêncio dos dois lados da linha resumiam o real motivo sobre a ligação. Estella precisava muito desabafar com alguém e ninguém melhor do que a sua irmã amada, Isabela. Era a única que a escutava sem pré-julgamentos e sem reclamar de tudo.

– Olha, irmã. Podem falar o que quiser sobre você com a Camila, mas eu nunca tinha te visto tão feliz na vida e para mim é só isso que importa. Eu te amo e quero sua felicidade, você sabe disso.
– Eu sei disso, irmã! E to com saudades de você, quando vem me visitar?
– iiiii, irmã! Isso aí vai ficar mais difícil…
– Eu sei, eu sei, irmã!
– Mas ó, eu te amo muito, mesmo longe!
– Eu também te amo!

E desligaram. Estella ainda ficou um tempo ouvindo o barulho de ligação desligada antes de colocar o fone no gancho. Toda vez que falava com ela se sentia bem e mais empolgada, as coisas pareciam dar certo depois que elas conversavam. Estella foi abrir a garrafa de vinho e começar a preparar seu almoço quando a campainha tocou. Seu coração acelerou e suas mão gelaram. Sabia lá no fundo quem era, mas não queria admitir.

– Trouxe uma coisinha para você comer, Estella. Quando estamos doentes sempre precisamos de carinho e atenção

Dani estava na porta, com um saco plástico com uma quentinha dentro nas mãos e um sorriso irresistível nos lábios. Estella sentiu um arrepio percorrer todo seu corpo quando seus olhares seus cruzaram. Não ia dar certo esta visita. Ou daria certo até demais.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.