O Amor, Simplesmente – Cap 77

No primeiro momento que Estella virou de costas para escrever no quadro, Tati, Beta e Dani trocaram olhares assustados. O ano não seria fácil. O primeiro dia seguiu um pouco mais tranquilo depois da aula de Estella. O trio estava ainda meio traumatizado com o que tinha rolado na sala.

O recreio foi o momento de comentar a aula. E em todas as mesas os sussurros tinham o mesmo alvo: a tal da nova professora, Estella. Ninguém sabia da onde ela tinha vindo, nem qual era o sobrenome dela, só Beta, tinha certeza que a conhecia de algum lugar. E as maiores conspirações começaram a surgir na mesa das meninas, que diga-se de passagem, era a maior do pátio.

– Tenho certeza que eu a vi na televisão sendo presa. – comentou uma das meninas.
– Acho que ela foi presa por ter matado o marido – complementaram
– Não, na verdade o marido a traiu e ela matou a amante.
– Não! Ela apareceu na televisão em um reality show. Ela ganhou.
– Ela ganhou um reality show e virou professora nesse fim de mundo?

As especulações eram cada vez mais absurdas e enquanto as meninas piravam nas hipóteses, Dani, Beta e Tati estavam caladas. 80% por causa do sono que as dominava e os outros 20% pensando em quem poderia ser aquela mulher. Dani foi a primeira e quebrar o silêncio e ao mesmo tempo instaurar o silencio entra as outras meninas, agora era assim: uma delas falava todas as outras meninas ficavam quietas.

– Ela não é assassina nem ex-participante de reality show. E eu nunca a vi na vida. Só sei que ela é uma carrasca.

Beta aproveitou o silêncio e continuou.

– Eu a conheço não é de televisão não, é lá da cidade grande.

O ar pareceu ser suspenso entre as outras meninas. Só Tati, Beta e Dani encararam esse comentário como normal. Ainda era uma novidade na escola lidarem com os comentários de ‘cidade grande’ de Beta. Tati e Dani já tinham se acostumado com isso tudo.

Como se o recreio já não estivesse bastante agitado, faltavam 10 minutos para as aulas recomeçarem quando ela, ela mesmo, o assunto do dia, Dona Estella entrou no pátio, com sua cabeça erguida, seus saltos agulhas marcando o passo no piso escorregadio e sua roupa justa. Agora o silêncio se estendeu além da mesa das meninas.

Estella gostava desse poder que o cargo lhe dava. No fundo era uma professora normal, super tranquila e ninguém reprovava com ela, mas achava importante se mostrar forte e exigir respeito das classes. Isso tudo vinha de um trauma de quando começou a dar aulas. Ela até teve que passar um tempo fazendo terapia em uma cidade distante, morando com uns tios e estava recomeçando a dar aulas. Estava segura de si, sabia o caminho que tinha que trilhar e sabia o que precisava esconder. Ela tinha um segredo e isso não poderia vazar, nunca.

Enquanto a professora caminhava entre os alunos o que se via era uma cena de filme bem ensaiada. Conforme ela passava as vozes se calavam e as cabeças se viravam para acompanhar aquela mulher que ao mesmo tempo que dava medo, impunha respeito e causava uma boa dose de interesse, principalmente nos meninos e especialmente em três meninas. Mas isso era assunto para depois.

Estella percorreu o pátio passando por entre as mesas, se aproximou do balcão da cantina e pediu em alto e bom som. Um pão de queijo quente e um chá verde, por favor. Até o atendente da cantina ficou um pouco intimidado e trouxe o pedido ainda tremendo para Estella. Ela pegou, pagou com duas notas de 5,00 e quando recebeu o troco deixou as moedas e recolheu a nota de 2,00, saiu andando até o caixa da cantina a chamar de volta para pegar as moedas e então ela respondeu de longe:

– Fica para você. Não gosto de moedas.

Beta endureceu na cadeira que estava. Agarrou por debaixo da mesa a mão de Tati e de Dani. As duas, nas mesma hora olharam para ela que sem fazer muito barulho sussurrou:

– Já sei quem é ela.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.