O Amor, Simplesmente – Cap 48

Mas a verdade é que nada mais seria igual, só resta saber como seria agora. Tati não aguentava de ansiedade e trocou sua noite de sono por uma noite de reflexões, pensamentos e algumas lágrimas involuntárias. Enquanto isso via Beta dormindo. Era uma cena dos céus e ao mesmo tempo um aperto no coração dos infernos. Será que aquele amor iria sobreviver? Será que elas durariam? Será que era mesmo pra sempre?

Decidiu deitar ao lado de Beta que se esticou para abraçar aquele corpo que deitava ao seu lado, ainda dormindo. Tati deixou o cansaço do corpo lhe levar e dormiu. Teve pesadelos horríveis de Beta e Dani fugindo juntas e traindo a ela. Acordou assustada e acabou despertando Beta que sem falar nada se esticou para cima da namorando lhe dando um beijo de bom dia que acabou em sexo de bom dia. Era bom imaginar que tudo parecia igual! Mas não era igual! Tati se despediu de Beta que ainda estava nua na cama e seguiu para a segunda parte desse inferno, ia encontrar com Dani na praia, local neutro e isolado.

Nao precisou de palavras para as lagrimas escorrerem dos olhos de Dani.

– Não precisa chorar! – Tati tentou acalmar a amiga!
– Eu nunca vou me perdoar! E vou entender se voce quiser se afastar!
– Me afastar? E como vou viver sem a pessoa mais importante da minha vida?

As lagrimas se multiplicaram com a declaração de Tati. Dani não se conformava em ter traído a amiga.

– Ei, é sério! Pode parar de chorar! Quero que você me escute com calma!
– Pode falar!
– Quero que você seja sincera comigo. O que você sente pela Beta?
– Amor, de amiga. Ela é uma amiga especial e veio para completar a nossa dupla! Nem beijando ela eu senti algo de diferente! Só arrependimento! E além do mais ela ama voce mais do que voce pode imaginar.
– Eu quero que voce me prometa uma coisa
– O que voce quiser!
– Não, calma! Quero que prometa se for verdade!
– Tudo bem! Pode falar!
– Se algum dia, algo mudar. Quero ser a primeira a saber! Seja com a Beta ou seja com qualquer outra pessoa.
– Amiga, eu nunca senti nada pela Beta! Eu juro!
– Amiga, eu acredito! Eu só to pedindo pra voce me contar caso isso mude!
– Tudo bem! Eu conto! Prometo!

As duas amigas se abraçaram e deixaram algumas lagrimas correrem enquanto declaravam amor e dedicação eterna a amizade delas. Eram anos que estavam a prova naquele momento e Tati estava dando uma segunda chance a elas.

No fundo do peito uma voz baixinha falava. Tati não estava dando uma segunda chance a Beta e Dani por elas, mas por si mesma. Sabia que naquele momento nao poderia viver sem seus grandes amores e sabia que aquele ano não seria possivel se nao tivesse elas duas. Ela não terminaria tudo que construiu agora. Mas sua perspectiva mudou, ela passou a não considerar essa coisa toda de eternidade. Agora as coisas eram mais reais e podiam acabar a qualquer momento! Mas não importa, Tati as viveria enquanto fosse possível.

Naquela noite Tati teve pesadelo novamente. Será que seria sempre assim agora? O sol anunciava um novo dia. Era uma nova chance para as três.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Este post tem 3 comentários

  1. Lia

    Nossa não vejo a hora do próximo capitulo…está muito bom mesmo..parabéns para HParaMeninas…

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.