O Amor, Simplesmente – Cap 45

tumblr_mj3s808mlL1qm3folo1_500Tati sabia que no fundo isso poderia ser um tiro no pé! Mas queria confiar em sua amiga e em sua namorada! Não tinha escolha e deixou que o destino tomasse conta daquele futuro!

Estava de pé olhando o onibus se afastar, sozinha. Iam ser poucas horas, apenas um dia na verdade! Mas era tempo suficiente para que Tati enlouquecesse sabendo que Dani e Beta estavam juntas indo para festas gays para que Dani descobrisse um pouco mais da vida que ela acabou de saber que gostava. Beta estava indo como amiga e guia, afinal de contas ela que estava a mais tempo nessa vida. E Tati tinha que acatar as ordens da mae e ficar em casa.

Dani e Beta chegaram! Já estavam arrumadas para sair e foram direto encontrar com umas amigas antigas de Beta que as levariam para algum lugar legal cheio de meninas bonitas. Era um grupo com 4, nenhum casal, fora o fato de todas ja terem ficado com todas, hoje eram so amigas. Beta apresentou-as e seguiram para uma boate chamada Elas&Elas. Era gay, mas era de classe! Achavam que era o ideal para a primeira vez de Dani.

A musica era boa e as mulheres eram lindas! Dani estava se acabando de dançar no meio da pista com as amigas de Beta! Ja tinha ate rolado uma troca de olhares entre ela e uma das meninas, mas quando ela soube que Beta ja tinha ficado com ela desistiu, mesmo Beta repetindo que nao tinha problema algum! Resolveram arrumar outros alvos.

Beta estava em êxtase! Amava esse clima de festa e esse tesao por nada. Gostava de sentir os olhares em seu corpo cheio de curvas, gostava de sentir as mãos que passavam por sua cintura a puxando para o lado mesmo ela ignorando todas as investidas, nenhuma passava despercebida! Aquele era o mundo dela, foi assim que ela conheceu a vida e era assim que ela queria continuar vivendo. Mesmo sabendo que seriam apenas sonhos agora que ela morava tão longe. Mas lá longe, tinha a Tati que a fazia sentir o que ela nunca tinha sentido antes. Então por enquanto, estava tudo bem!

Já passava das 2 da manhã quando Dani sumiu da roda de meninas sem que ninguém percebesse! Beta apenas sorriu para as amigas e sem nenhuma palavra, continuou dancando como se não houvesse amanhã. A vida de hoje merecia mais! A música estava boa e Beta estava com as amigas que a tanto tempo não encontrava.

Demorou para ela perceber, mas o celular de Beta vibrava loucamente em seu bolso! Quando ela pegou, de relance viu a hora, 3:55. Era Dani, tinham umas 4 mensagens piscando na tela do aparelho. Beta entrou em desespero, foi para um canto da pista e leu uma por uma. Dani estava na porta da boate esperando por ela! Sem pensar duas vezes, Beta se despediu rapidamente das amigas, prometeu ligar e correu para o lado de fora, o mais rápido que pode para encontrar Dani, que estava sentada no chão ao lado da porta com o rosto apoiado nos braços olhando para o chão.

– Dani! Tá tudo bem?

Dani levantou a cabeça e pulou em cima de Beta a abraçando apertado!

– Ainda bem que você chegou! Tava me sentindo sozinha!
– O que aconteceu Dani? Você sumiu! Você ta bem? Alguém te bateu?
– Não! Não foi isso não! Podemos sair daqui pra eu te contar? Vamos a praia?
– Lógico! Vamos! Vou chamar um táxi!

As duas saíram perto da areia um pouco antes de dar 4:30. Tiraram as sandálias, puxaram a barra da calça um pouco, jogaram as bolsas e sentaram na areia, uma ao lado da outra. Beta aproveitou a parada e mandou uma mensagem para Tati “Tita, estamos na praia, você fez muita falta. Saudades! Te amo!”

Dani deixou sua cabeça encostar no ombro de Beta que apoiou a amiga sem falar nada, apenas puxou do bolso da calça um baseado que tinha trazido caso as duas resolvessem se divertir mais! Dito e feito, o pequeno cigarro caiu como uma alegria para Dani. Acenderam, fecharam os olhos e deixaram que fizesse efeito.

– Me conta agora, o que houve?
– Promete que não vai rir?
– Vou tentar!
– Eu estava com uma menina, Paola o nome dela! Linda, morena e tal. Ela me achou quando eu fui ao banheiro, estava com ela lá dentro da boate e tal, estávamos ficando, aí ela me chamou para ir pro carro dela e eu fui. Chegando lá, ela ficou meio selvagem, eu diria. Eu falei que nunca tinha feito nada daquilo e tal, mas ela tava com muita vontade e eu acabei surtando e qui sair correndo do carro dela. Bom, aí ela me deixou lá e voltou pra boate né?

A voz de Dani enquanto ela contava ia abaixando o volume e o rosto ia descendo para não encarar o olhar de Beta que já sorria por dentro, na verdade, mais por alívio já que não era nada mais sério. Não deu outra, Beta caiu em uma gargalhada gostosa enquanto abraçava a amiga!

– É amiga, você não deu muita sorte! Até porque ter a primeira vez dentro de um carro, nem é legal tá?

As duas riram, exploraram um pouco mais o baseado que ainda restava, beberam um gole de cerveja que Dani tinha comprado no quiosque da praia e deitaram na areia. Dani contando estrelas e Beta de olhos fechados sonhando com sua menina. Estava com saudades dela e a queria ali, agora.

A noite estava quente e bonita, Dani estava bebada e bem alterada com o baseado, estava também com o corpo inquieto e cheia de tesão, a noite tinha sido cheia de experiencias para ela. A tal da Paola era uma mulher daquelas de deixar qualquer pessoa louca! Daquelas que te encostam na parede e te fazem de largatixa e que depois você volta, pedindo mais. E apesar de não ter ido até os finalmentes com ela, Dani tinha se divertido um bocado deixando maõs correrem pelo corpo e deixando que o tesão florescesse.

Enquanto isso, Beta que sonhava com Tati sob o efeito do alcool começou a querer sua namorada nua em cima do seu corpo, para que pudesse beija-la inteira e lhe ter molhada e entregue só para si. Antes que o pensamento a tomasse ainda mais, preferiu sacudir a cabeça, beber o final da cerveja que estava perto do seu corpo, reacendeu o baseado e virou o corpo de lado, ficando de frente para Dani que após perceber o movimento da amiga, fez o mesmo. Estavam as duas de lado, uma de frente pra outra. Ambas levemente alcoolizadas. Dani bem mais que Beta. Ambas fumando maconha e ambas cheia de tesão. Uma mistura que não devia terminar bem. Dito e feito, novamente.

Dani em um impulso inexplicável se aproximou de Beta e lhe deu um selinho nos lábios, daqueles que você não se afasta depois. Daqueles que você olha nos olhos do outro esperando que ele repita a ação. E Beta beijou Dani de volta, mas dessa vez não foi um selinho.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Este post tem 8 comentários

  1. amanda silva

    ta ficando interessante a historia , da ansiedade esperar cada capitulo kkkk o

      1. sam

        Concordo com a Amanda ta ficando muito interessante; e espero que o próximo capitulo venha logo mesmo :]

  2. Ariana

    Eu sabia que ia rolar algo entre a Beta e a Dani, kkk estou super ansiosa, não agüento esperar o proximo capitulo. :))

  3. jaqueline

    Nossa muito bom ! Ansiosa pelo proximo capitulo

  4. Day

    ai que dor, já to sofrendo pela Tati =( sacanagem

  5. Ana R. D'Cássia

    Ainda lendo o final da história começei a chorar :’s
    Poxa, tadinha da Tati !
    Ela vez tanto para dar certo entre ela e Beta, e agora a Dani me saí com essa… Awn…
    Mais espero super ansiosa pelo próximo capítulo !!! Ok ?!

  6. Bi

    eu jáaa sabiaaa!! bem cara da Dani mesmo! hahahah aguardando o proximo ansiosa!! acho válido 2 posts hoje! xD

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.