Muito além de um beijo. Reflexão sobre o casal #Clarina

É de conhecimento geral da nação que o tal beijo tão esperado entre Clara e Marina, casal da novela “Em Família”, decepcionou a todos. E estamos extremamente ansiosas com o beijo prometido para o final da novela e que promete compensar esse.

Antes de jogarmos as sete pedras que já estamos segurando vamos assistir episódio por episódio e ir além de um beijo? O autor, de forma intencional ou não trouxe para todas as televisões brasileiras a realidade de mulheres do Brasil todo que por uma razão social eram colocadas sempre em um submundo imaginário. Os casais homossexuais passam por situações bem parecidas com as da novela, logicamente lembrando que aquilo é ficção. Mas porque não usar a ficção para desmitificar e acabar com os padrões que a sociedade criou em cima dos casais de lésbicas?

Me impressionei e muito com a cena da Clara na escola do filho. Aliás, aquela cena deveria ser obrigatória para todos os diretores e diretoras de colégio Brasil à fora. Quem nunca ouviu de alguém da família a famosa frase “mas é tão bonita, porque isso?”, assim como o Jairo falou para as duas e ainda complementou “mas o Cadu participa às vezes, BrGXjLzIAAAgi4Hnão é?”, se referindo ao ex-marido de Clara. A verdade é que não será tudo perfeito, sempre existirão cenas machistas e cheias de padrões heteronormativos.

Imagino que as pessoas realmente não tenham noção de como é crescer em uma sociedade onde tudo que você sente e vive só pode ser descoberto “dando a cara à tapa”, porque a televisão nunca mostrou como é um relacionamento igual ao seu. As adolescentes gays não tem referência e nem ídolos na televisão brasileira. E se você acha que isso é bobagem, imagine crescer em um mundo que o que você é, não existe? Parece bem difícil, não é?

O casal Clara e Marina estão longe de protagonizar um super-beijo na televisão. Mas, além disso, estão protagonizando um pouco da nossa vida. Estão levando para os lares e famílias a realidade de tantas mulheres pelo Brasil que formam famílias, se apaixonam, ajudam a companheira no trabalho, dizem “eu te amo” e são iguais a eu, você e todo o resto. Esse legado é impagável.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.