Indianos são gays por um dia

Na última quarta-feira, a suprema corte da Índia reinstituiu uma lei colonial de 1860, tornando ilegais os relacionamentos homossexuais. A lei havia sido suspensa em 2006, mas recursos iniciados por organizações religiosas católicas e muçulmanas (seguidas por apenas 15,7% da população do país) fizeram o país retroceder. Acontece que não dá para colocar a pasta de volta dentro do tubo. Os gays que pelos últimos sete anos viveram sem o medo de represálias do governo contra seus relacionamentos não vão ser colocados de volta no armário em silêncio. E a reação já começou.

Milhares de aliados heterossexuais e casais gays estão postando fotos de si no Facebook para celebrar a homossexualidade. O organizador do protesto, Tanmay Sahay, declarou: “Tudo que você tem que fazer é mudar a foto do seu perfil para uma imagem em que você esteja beijando alguém do mesmo sexo, em protesto à decisão da Suprema Corte da Índia de criminalizar a homossexualidade. Nesse momento tão difícil, nós devemos apoiar nossos amigos, familiares e cidadãos por seu direito de expressar a própria sexualidade.”

O movimento tornou-se viral, e indianos estão postando fotos suas também no Twitter e no Instagram. A hashtag: #gayforaday.

 

LadoBi

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.