Filme americano – Cap 9

Assim que o sinal final tocava, todos os alunos corriam em direção as portas de saída. Era uma bagunça só. Beca era a única que ficava por último e esperava a grande maioria dos alunos irem embora para poder falar com seu pai.

– Pai, vai ficar por aí? – Beca falou da porta da sala de aula que ele estava
– Vou sim. Tem comida lá em casa?
– Tem sim.
– Vai sozinha?
– Acho que o Joguí vai comigo, vou encontrar com ele lá fora
– Fico mais tranquilo, ele é um bom menino…

E assim, se despediram, da forma fria e um pouco distante deles, e Beca foi caminhando pelo corredor, agora, vazio para encontrar com João do lado de fora da escola.

– Achei que já tinha ido e me esquecido aqui – Joguí falou assim que viu Beca descendo as escadas
– Ué, não sabe mais o caminho pra casa? Estava falando com meu pai…
– Sei o caminho sim, engraçadinha

Os dois foram caminhando juntos até a rua que moravam. Eram poucos minutos de caminhada, mas o tempo suficiente para Joguí conseguir criar coragem e chamar Beca para sair. Iriam ao cinema na sexta a noite e depois, quem sabe, um lanche rápido.

Beca nunca imaginou Joguí dessa forma e levou um susto ao ser convidada por ele. Não sabia o que pensar e muito menos como agir em um encontro. Sua vida toda ela só havia se dedicado ao futebol e isso era a única coisa que os dois tinham em comum. Parece que agora ele estava pensando nela de outra forma. Será que ela perderia seu companheiro de futebol? Será que ele seria seu namorado? Será que eles teriam que se beijar? Agora sim Beca ficou nervosa. Ela nunca tinha beijado ninguém. Precisava de ajuda e rápido.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.