Como escrever poema – Dicas e sugestões

Como escrever poema – Dicas e sugestões

Eu não sou muito fã desses textos que prometem um passo a passo de como escrever ou de como fazer isso e aquilo. Não gosto porque acredito que muitas coisas podem ter suas instruções modificadas de acordo com o caráter pessoal, ou seja, cada um funciona de uma forma e por isso podem fazer tal coisa de forma diferente. E, é claro, que isso se aplica a esse texto também. Então, desde já, aviso a vocês: aqui, falo apenas do que faço e como eu funciono.

Bom, poemas podem ser vistos como um dos formatos mais difíceis de serem escritos. Algo tão calculado, rimado e montado pode dar medo sim. E, concordo com vocês, dá um trabalhão! Exato: escrever poema é trabalhoso, leva tempo e exige dedicação. Como todos os outros formatos, obviamente. Mas, vamos lá.

Como começar a escrever poema

Primeiro, procure um ponto de partida. Este ponto pode ser uma frase, um objeto inspirador, um momento, um nome ou qualquer outra coisa que você considere digno de escrever um poema. Aqui, vou tentar exemplificar os passos com um caso real. Meu objetivo digno de um poema vai ser a cena da minha cachorra dormindo. Nada mais merece um poema do que essa cena. Então, nosso ponto de partida vai ser:

Seus olhos fechados e a pata dobrada

Perceberam que eu peguei uma cena simples – minha cachorra dormindo – e transformei em uma frase um pouco mais, como eu posso dizer, poética. Perdoem-me o trocadilho. Mas, é assim que começamos. A partir daí, vamos ao segundo passo. Vamos começar a escrever um poema.

Crie relações entre os versos

Bom, agora é que começa o trabalho. Após ter uma primeira frase, como a que fizemos ali em cima, você passa para a continuação. Pense em que sentido quer levar o seu poema, se quer falar sobre o seu sentimento ou apenas descrever a cena. Pense em termos que rimem e na sonoridade. Para isso, aconselho ler em voz alta o seu trabalho em andamento.

Seus olhos fechados e a pata dobrada
Seus pêlos dourados e a boca relaxada

Como rimar ao escrever um poema

Para seguir, basta trabalhar. Ou seja, criar frases, procurar vocábulos, tentar encaixar na sonoridade e riscar, voltar e refazer. É assim mesmo. A gente vai e volta várias vezes até que tudo se encaixe. Mas, para te ajudar um pouquinho, tem alguns sites que você coloca uma palavra e ele te dá algumas outras que rimam com aquela. Isso é ótimo quando você dá uma travada no meio do poema e não sabe pra onde ir. De repente, com uma dica vinda desses sites, você consegue pensar em um novo verso e assim, segue em frente.

Dicionário Informal – Rimas

Dicionário de rimas

E como ficaria esse meu poema sobre uma cena do meu dia a dia? Vamos ver:

Seus olhos fechados e a pata dobrada
Seus pêlos dourados e a boca relaxada
Vejo sua língua um pouco pra fora
E sua respiração lenta e desleixada

Minha vontade de te tocar e acariciar
Se confunde com a pena, não quero te acordar
Fico apenas te olhando sem parar
Deixando um riso bobo me alegrar

E aí? Curtiram? Conseguiram escrever um poema?

Comentem os de vocês e vamos escrever mais poemas!

Ahhh, e não deixem de seguir o meu perfil de poemas lá no instagram: @PoemaDoSofa

De Lourenço

Publicitária que resolveu tentar a vida sendo escritora. Pica das galáxias em social media e viciadíssima em café.

Comente! ;)