Daniel Radcliffe fala da cena de sexo gay: ‘É muito doloroso’

O ator britânico Daniel Radcliffe está tentando com afinco se desvencilhar da imagem de seu primeiro papel importante no cinema, o bruxinho Harry Potter. Em seu mais recente trabalho, Kill Your Darlings, exibido no Festival de Sundance em janeiro, Radcliffe interpreta o poeta americano Allen Ginsberg na década de 1950. E, como nenhum elemento biográfico podia ficar de fora, o ator também teve de fazer uma cena de sexo gay, com a eficiente ajuda do diretor John Krokidas.

“Eu fui guiado pelo diretor. Ele me disse o que eu deveria estar sentindo em cada momento da cena. Basicamente, sexo gay, especialmente na primeira vez, é muito doloroso. E Krokidas disse que ele nunca tinha visto isso representado com veracidade no cinema. Ele queria que a cena parecesse a perda autêntica da virgindade”, disse o ator em entrevista à revista americana Flaunt.

Encontrar sua própria voz – Kill Your Darlings conta a trajetória de três nomes de peso da geração beat, um movimento de contracultura dos anos 1950 e 1960: Allen Ginsberg, Jack Kerouac e William S. Burroughs, que se encontram após a morte do também escritor David Kammerer, assassinado em 1944 por seu amigo Lucien Carr, outro expoente beat.

Segundo Radcliffe, seu papel no filme foi transformador. “O melhor do papel não foi fazer um personagem famoso ou que teve influência na sociedade. Foi o fato de que ele estava tentando encontrar sua própria voz, e a si mesmo. Geralmente é uma jornada horrível e dolorosa, e precisa ser – envolve partir o coração ou falhar em algo que você gostaria de conquistar. São coisas importantes de se viver e foi o que me atraiu para o papel.”

Além de Radcliffe, estão no elenco os atores Jack Huston, como Kerouac, e Ben Foster, como Burroughs. No Brasil, o filme deve estrear em 2014.

O filme ainda não tem data de estréia no Brasil, mas já tem o primeiro teaser:

[youtube=http://youtu.be/Bgs4o9wjVPE]

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.