Comissão de Direitos Humanos barra pensão a homossexuais

Mais um capítulo da guerra dos gêneros que se evidenciou com a ascensão do Pastor Feliciano (PSC-SP) à presidência da Comissão de Direitos Humanos. O deputado Pastor Eurico (PSB-PE) deu parecer contrário ao projeto 6297/05, do ex-deputado Maurício Rands (PT-PE), que muda a lei e inclui nos direitos previdenciários os parceiros homossexuais, inclusive os servidores federais com união estável. Vai para a gaveta.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.