Cap 16 – Finalmente, A Noite

Deram mais um beijo e Tati desceu as escadas, dessa vez correndo. Gritou um tchau para a mãe de Beta e saiu pulando pela rua indo pra casa. Estava feliz. Mais do que feliz até.

Chegou em casa, e aí sim as coisas pareciam estranhas! Sua mãe estava fritando camarão, a comida preferida do seu irmão. Ele iria ficar mais essa noite e saíria umas 4h da manhã para ir direto para aula.

Na cozinha Diego e D. Ana estavam rindo e relembrando coisas antigas. A chegada de Tati foi a deixa perfeita para começarem a falar de como ela era quando criança, desastrada e moleque demais. Ficaram os tres rindo durante um bom tempo, como não faziam há algum tempo. Foi muito bom. E lá pro final do tabuleiro de camarão, D. Ana virou e falou para Tati:

“Filha, sei que ultimamente tenho estado mais no seu pé do que o normal, mas é coisa de mãe tá? Eu te amo muito, e quero que você seja feliz, só isso”. Silêncio no ar. Tati por um momento pensou que Diego tivesse contado, mas quando encontrou o olhar do irmão sabia que ele tinha conversado com ela sim, mas nada que não deveria. E foi o próprio irmão que quebrou o silêncio.

“Amo vocês, mas vou dormir que amanhã eu to indo embora muito cedo.” Dani seguiu o irmão até o quarto dele, disse que iria ajuda-lo a arrumar a mala.

“Você conversou com ela né?” – perguntou antes mesmo da porta fechar!

“Conversei, mas não contei nada. Só disse pra ela ter mais calma com você, que parecia estranho, mas você estava crescendo.” – irmão mais lindo do mundo né?

“Obrigada!”

Deram um abraço apertado e se despediram, afinal de contas quando Diego saísse Tati ainda estaria dormindo, ou pelo menos deveria estar.

Tati deu boa noite a todos, era cedo, mas disse que estava cansada e se trancou no quarto, sabia que lá, ninguém entraria. Tomou banho e mandou uma mensagem para Beta.

“Minha linda, dorme bem e com a janela aberta! Boa noite”

Beta não entendeu a mensagem, tinha acabado de sair do banho. Colocou sua blusa de dormir e uma calcinha qualquer, deitou e deixou a janela aberta, como foi pedido.

Já passavam de 1 da manhã, a cidade estava em silêncio, e um vulto corria pelo jardim da casa de Beta. Parou embaixo da janela aberta, escalou pela cerca que tinha ao lado, se segurou no parapeito da janela e puxou o corpo pequeno e magro para dentro do quarto. Silêncio total. Deixou a mochila que carregava de lado, tirou os sapatos, a calça, a blusa e em pouquissimos passos, estava na beira da cama de Beta.

Tati ainda estava meio confusa de como fazer aquilo, mas sabia que queria, e muito! Afastou o edredon de cima de Beta, beijou seu pescoço para deperta-la, nesse momento já estava montada em cima dela, e quando Beta finalmente entendeu o que estava acontecendo, as mãos de Tati já estavam entre suas pernas, se aproximando de sua calcinha, já molhada. Beta abriu os olhos e pode ver os cabelos cor de fogo de Tati nas sombras do quarto escuro. E enquanto procurava falar algo, sentiu os dedos de Tati a invadindo, sua blusa saiu sem que ela percebesse e os seus seios já estavam na boca quente de Tati enquanto o prazer a dominava. Antes de gozar, reuniu forças e conseguiu virar Tati. Ficou nua em cima dela, as coisas estavam acontecendo muito rápido, mas deu tempo de ver o sorriso bobo e cheio de tesão de Tati, e isso a enlouqueceu ainda mais.

Tati estava com uma lingerie simples, mas linda, que rapidamente foi parar no chão do quarto. Foram mãos, bocas, línguas e dedos correndo todo o corpo das duas. Beta nunca tinha sentido tanto prazer, deixou Tati a tocar como ela queria. Gozou e fez Tati gozar. Fez um oral que Tati nunca mais iria esquecer, fizeram amor, sexo até o sol começar a raiar.

E aí, dormiram. Nuas e abraçadas, tinham algumas poucas horas até dar horário do colégio. Mas todo o sono que sentiriam na aula, valeria a pena.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.