Brasil x EUA: dois pólos distantes no tratamento LGBT

Nada como viver em um país que se diz laico e deixa uma bancada religiosa fundamentalista comandar nossas leis. Pois é amigas, esse é o nosso tão amado Brasil. O mesmo país que abriga o Rio de Janeiro, cidade eleita como o melhor destino gay, mas que trata os cidadãos LGBT tão mal que não se importam com o futuro que eles possam ter.

Mas o assunto agora é outro. Publicidade. Aqui no blog mesmo já comentamos de algumas marcas que arriscam e já tratam as famílias homoafetivas como sendo uma coisa normal (e não são?) e as incluem em suas propagandas e anúncios.

E aí, depois do famigerado projeto que permitia a cura gay, temos uma nova novidade. Não tão boa, mas real.

Screen Shot 2013-07-11 at 17.44.49

Enquanto isso, nossos vizinhos lá de cima, os EUA, nos mostram porque são considerados anos-luz na nossa frente – não em tudo, mas em certas coisas sim – eles dão uma aula de humanidade e respeito.

Screen Shot 2013-07-11 at 17.44.39

 

Mais uma vez ficamos para trás e deixamos a religião influenciar na maneira que o Estado é conduzido, ignorando o fato de que somos laicos. Mas será que realmente somos?

 

Links: http://bit.ly/18PxM1h / http://bit.ly/189314D

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.