Anna – Cap 7

O dia chegou aconchegante… Anna foi despertando aos poucos. Abriu os olhos e nao viu Duda. Como ainda nao precisava se preocupar com o trabalho e nem faculdade, ficou mais um tempo deitada, enrolada nas cobertas.

Ela trabalhava com sua tia, em uma loja de roupas que a tia abriu recentemente. Sua tia, que era mais amiga que parente, sabia da fase difícil da sobrinha e deu uns dias pra ela resolver a vida.

Anna viajou um pouco no tempo, estava frio ainda, a preguiça reinava! Foi quando Duda entrou pela porta com dois copos na mão…

– Trouxe chocolate pra você!
– Bom dia! Quanta gentileza…
– Fui com a sua cara! E agora você mora com a gente. Dividimos um quarto!
– Você está melhor? Não chegou muito bem ontem…
– Briguei feio com uma pessoa ontem… Ela é muito importante pra mim, mas vai ficar tudo bem…
– Se você diz, então esta ótimo!
– Espero nao estar te bajulando, mas eu realmente gostei de voce! Sabe quando temos a sensação de que conhecemos tal pessoa ha tempos?
– Sinto exatamente a mesma coisa! – Anna respondeu com alegria!

Ficou satisfeita com o comentário de Duda e ficou ainda mais a vontade com a conversa…

Anna e Duda passaram algum tempo conversando e quando a tarde chegou, Duda saiu e Anna foi interagir na sala com o pessoal! Ton, a namorada dele, Luiza, e Jeremy estavam vendo um filme qualquer, Anna aproveitou pra passar um tempo conhecendo o pessoal e mais tarde iria em casa buscar algumas coisas… Ela estava torcendo pra conseguir sair viva da casa da mãe, mas não esperava a surpresa que ela iria ter ao chegar lá…

sig_Lu.png

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.