Anna – Cap 16

Silêncio no carro. Anna estava sentada na frente. Dona Cida atrás e sua irmã, dirigindo. Anna olhava para a cidade passando em frente a seus olhos e tentava não se prender a pensamentos. O olhar vagava por entre as pessoas e a tirava dali. Estava em qualquer lugar, em outra realidade.

Decidiu ficar em casa. As coisas estavam bagunçadas, precisava repor a dispensa e milhares de outras coisas. Nada mais importante do que a preocupação com sua mãe, porém, precisava de uma desculpa.

– Sua mãe está descansando no quarto, quer que eu fique aqui com você?
– Não, tia. Pode voltar pra loja! Eu vou arrumar algumas coisas aqui e mais tarde eu devo voltar pra república… – Respondeu Anna, dispensando a tia.
– Bom, qualquer coisa é só ligar…

Apesar daquela casa não ter boas lembranças, Anna se sentia confortável ali… Aos poucos foi arrumando as coisas. Botando tudo no lugar. O sentimento de ser responsável por aquele lugar não saía de si… Não importa quanto tempo permanecesse longe.

Lembrou do celular e foi dar uma olhada. Nada… Duda havia sumido! Nenhuma mensagem, nenhuma ligação. Isso a incomodava, mas tinha coisas mais importantes pra fazer!

Arrumada parte da bagunça, Anna tomou um banho e sentou no sofá para descansar. Foi mais um dia cheio. Ali pegaria no sono. Um descanso às vezes cai bem.

sig_Lu.png

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.