O que teve de mais interessante no Oscar 2015

Oscar! Yey!
Quem não gosta daquela maratona de filmes? De escolher os favoritos e apostar em bolões ou simplesmente assistir para ter o que falar no dia seguinte? Quem não gosta, não é mesmo?

Pelo segundo ano consecutivo, temos um apresentador mais gay do que eu e você juntas. Neil Patrick Harris, casado e com filhos fofíssimos foi o sucessor de Ellen Degeneres que foi a dona da noite no ano passado. Alguns dizem que ele não foi tão bem, mas para mim, ele sempre será lindo e fofíssimo.

Entre os grandes filmes premiados, “O Jogo da Imitação” contou a história de Alan Turing, responsável por descobrir o código usado pela União Soviética, ajudar os Aliados e depois ser condenado por sua orientação sexual. Tínhamos ainda, “Birdman”, um filme sensacional que fala de popularidade, prestígio, fama e arte. Um dos meus preferidos.

Mas o que fez barulho essa noite foram os discursos. Ao ganhar o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Boyhood, Patricia Arquette fez um discurso pedindo direitos iguais para as mulheres, não só no mercado cinematográfico, mas em todo o país. E o melhor de tudo foi a lindíssima, sensacional e maravilhosa Meryl Streep em seu momento tiete apoiando o discurso da colega.

oscars-gifs-meryl-streep-jlo

11018732_10153192225639374_3740281620017338976_n

Não acabou não! Ao ganhar o prêmio por Melhor Roteiro Adaptado, Graham Moore, responsável pelo filme sobre Alan Turing, “O Jogo da Imitação”, falou sobre a trajetória de Alan e terminou seu discurso com uma mensagem a tantos jovens mundo a fora:

“Eu tentei me matar aos 16 anos e agora estou aqui. Eu gostaria que este momento fosse para aqueles que sentem que não se encaixam em lugar nenhum. Você tem o seu lugar. Continue estranho. Continue diferente, e quando for a sua vez neste palco, passe esta mesma mensagem adiante.”

E como se não fosse o bastante, tivemos as queridas e lindas Tegan and Sara subindo no palco para cantar a música tema de “Lego Movie” ao lado da banda The Lonely Island.

E como bônus, aí vai Lady Gaga homenageando os 50 anos de “A Noviça Rebelde”, Julie Andrews curtiu isso:

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.