50 Tons da Vida – Cap 8

Screen Shot 2013-02-28 at 8.31.17 PMDemorei mas cheguei!!

Bom, antes de continuar a historia Donna-namorado-eu vou contar um fato super recente! Semana passada quando fui pensar em tudo que tinha acontecido para escrever e contar para voces me bateu uma mega saudade da Donna e eu fui procurar ela! Ficamos conversando muito tempo, ela tem um trabalho super legal agora com o irmão dela ajudando crianças e continua gay e agora é mae! Olha que lindo! Ela adotou um menininho lindo! Pelo que eu entendi ela tava solteira, mas o mais legal….ela me chamou para voltar para lá que ela tinha um lugar pra mim lá e que eu podia morar com ela!! Que que voces acham? Ela me deu mole ou to exagerando? Enfim, matei as saudades dela! Mas nao vou enrolar mais e contar o que aconteceu a alguns anos atras, o desfecho da situação toda.

Naquele dia na praia que as meninas me contaram do tal namorado dela eu fiquei super arrasada, tive vontade de chorar, mas para nao pagar mico bebi muito! Acabei ficando bêbada de novo e quando chegamos no alojamento e me deixaram sozinha no meu quarto nao resisti! Peguei o celular e mandei uma mensagem muito mal criada para Donna perguntando que historia era aquela de namorado, porque ela tinha me conquistado se nao podia ficar comigo e blá blá blá! Coisas que fazemos quando estamos bêbadas né? Mandei a mensagem e fiquei olhando para a tela esperando a resposta e nada. Estava tao bêbada e entretida que nem reparei que ela estava dentro do meu quarto! Dei um salto na cama quando a vi! Foi tao ridículo que ela riu! Fiquei mais puta ainda!

Ela se controlou sentou do meu lado, me deu água e um outro negocio lá que ela usava para curar bebedeira e começamos a conversar! Era tudo verdade!! Como eu ainda estava bem bêbada chorei que nem uma boba! Implorei, xinguei e por ultimo tentei beija-la. Na verdade ela gostou dessa parte e fizemos um sexo rapido antes de continuar a conversa! É como eu digo, coisas que o álcool faz com a gente! Enfim, foi um bom tempo que nos trancamos ali no quarto! Mas no final das contas a historia nao era feliz, vou resumir ta? Até porque fazem anos e eu nao lembro de tuuuuudo, tudo!

Ela e o Jose, o qual so descobri o nome naquele momento, tinham um namoro aberto. Como ela gostava muito de meninas e nao queria abrir mao delas ele aceitava que ela ficasse com quantas meninas quisesse e com ele. Homem nao podia. O acordo servia muito bem para os dois. Logicamente Jose nao gostava de presenciar os casos de Donna, por isso o olhar feio para nos duas no dia da festa.

Quando ela me contou eu fiquei super mal, estava realmente me apaixonando por ela e achava que ia viver um conto de fadas lindo, com direito a princesa e carruagem! Eu lembro que depois do sexo que aconteceu no meio da conversa, ficamos deitadas, so com o edredon por cima dos nossos corpos conversando. Donna tentava de todas as maneiras me explicar que a alma dela era livre e nao pertencia a ninguem e realmente ela era assim e sinceramente? Quem era eu para mudar isso nela?

Ela me contou um pouco mais de como os sentimentos aconteciam dentro dela e mais uma vez deixou claro o quanto ela nao era minha, foi quando nao consegui conter algumas lagrimas e chorei, nua, deitada ao lado do corpo quente dela. Ela me beijou onde as lagrimas desciam para seca-las e em poucos minutos estávamos novamente fazendo sexo. Alias, me tornei quase uma ninfomaníaca por causa dela! Nao que isso seja ruim, mas é a verdade!

Depois desse dia nos ainda ficamos mais algumas vezes, nossos corpos se entendiam super bem na cama e quando o tesao batia era dificil segurar. Aí passou uns meses e eu falei que nao queria mais ficar com ela, estava envolvida e ainda apaixonada! Era se afundar em um poço onde eu sabia que o futuro era apenas sofrimento, preferi parar antes, mandei a real para ela e assim nos tornamos amigas! E com os anos passando ela se tornou uma querida conhecida, mas so isso, uma conhecida. Meio triste né? Mas foi bom para eu entender que amor não é o que eu achava que era e que as pessoas podem se gostar de maneiras diferentes e que nada dura pra sempre.

Desiree

Sapatão convicta. Nunca recuso uma cerveja gelada e batata frita. Amo samba, pagode, funk, etc. Me chama pro barzinho, pra baladinha, pra show... pode escolher, eu topo! Geminiana com ascendente em câncer.

Este post tem 3 comentários

  1. Ariana

    Aii que triste! )’:

  2. Patricia

    Eh vc resumiu a historia, que ficou mto boa por sinal. Mas….
    Conta ai pra mim, vai aceitar a proposta dela ou não?

  3. VALDIRENE

    Gata s n deu certo antes n eh agora q vai dar certo sinceramente nem sempre as coisas terminam como agente quer. Vc podera sofrer novamente e o pior vai culpar ela pelo seu sofrimento e ainda vai perder a amizade dela eh bola pra frente. Eu tambem to solteira e posso ty conquistar kkkkkkkk

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.