Search for content, post, videos

Time’s Up: o verdadeiro vencedor do Golden Globe 2018

No último domingo (7), aconteceu nos Estados Unidos o Globo de Ouro 2018. Ou para quem gosta de um inglês, Golden Globe. A gente já sabe que o mundo inteiro fica de olho nas premiações americanas e principalmente em seu tapete vermelho. E o primeiro grande evento do ano foi mais do que um momento para descobrirmos estilistas, falarmos de vestidos e de novos casais. Ali começou uma batalha, diria eu, até uma guerra.
No início de 2018, o movimento Time’s Up surgiu. Ele vai além dos casos de abuso e assédio sofridos pelas mulheres. Acabou o tempo da desigualdade de gênero, acabou o tempo da diferença de salários, acabou o tempo da diferença de oportunidade. Acabou o tempo da mulher se sentir inferior aos homens. É disso que este movimento fala.
Aproveitando o timing do tapete vermelho, foi convocado, através do Instagram, uma onda para as mulheres – e homens – usarem preto. É a forma de fazer parte desta batalha. E o que vimos na noite de domingo foi um desfile de celebridades com preto da cabeça aos pés mostrando que isso não era apenas uma brincadeira. Estamos mais unidas do que nunca.
Além da vestimenta escura, muitos nomes de peso, estrelaram o tapete vermelho ao lado de nomes da luta feminista. Meryl Streep foi uma delas.
Mas a segunda grande estrela da noite foi a apresentadora e empresária Oprah Whinfrey. Ela foi premiada com o Globo de Ouro honorário, sendo a primeira negra a recebê-lo e em seu discurso de agradecimento, ela trouxe palavras poderosas sobre a força das mulheres e sobre um novo tempo que buscamos e iremos lutar. Sendo aplaudida de pé, ela foi ovacionada por todos presentes.