Search for content, post, videos

Namore com alguém que tenha uma loucura que combine com a sua

Citações de Clarice Falcão a parte, esse título é o mais perfeito que eu encontrei para esse texto. Procure, invista, esteja com alguém que a loucura combine com a sua. Talvez esse seja um dos caminhos para uma relação duradoura.
Não estou mudando de ramo e escrevendo um texto de auto ajuda e nem dez passos para ter um relacionamento feliz. Meu relacionamento é normal, feliz quase sempre, com problemas e desentendimentos e principalmente com muito amor, respeito e amizade para seguirmos juntas. BOM! Indo ao que interessa. Faz pouco mais de uma semana que eu e mozão nos mudamos juntas. Não só saímos de casa, mas saímos do país também. Depois de seis anos e meio de namoro, dormindo juntas muitas vezes, mas ainda vivendo com nossos pais, pela primeira vez resolvemos encarar a vida debaixo do mesmo teto.
Não vou nem falar sobre a questão de nos despencarmos para o outro lado do mundo (quase lá, na verdade), mas hoje quero falar da diferença que faz quando estamos com alguém que olhe na mesma direção que você.
A ideia inicial dessa viagem não foi minha, foi dela, eu simplesmente embarquei na loucura. Eu sempre soube que nossa visão de mundo, de futuro e de vida eram parecidas então eu sabia que se ela estava me propondo isso, eu poderia confiar, de olhos fechados, nessa loucura toda, porque seria uma loucura bem parecia com a minha.
Além do mais, depois que passa a fase inicial, que você curte dormirem sozinhas, vão cozinhar juntas e fazer sexo sem se preocupar com o quarto ao lado, a loucura entra em uma nova fase. São contas, louça pra lavar, roupa pra pôr na máquina e a vassoura que tem que passar. Nenhum relacionamento sobrevive se vocês não estiverem em sintonia nesse momento. E quando digo sintonia, não digo pensar igual em tudo, mas saber a hora certa de concordar em discordar.
As loucuras de cada uma precisam convergir para um mesmo ponto. Para esse lugar no futuro onde o relacionamento vai sobreviver a todos os momentos difíceis e permanecer de pé. Firme, forte, cheio de amor e loucura.
Talvez eu volte aqui de vez em quando para falar sobre a nossa nova vida de casadas em Dublin. Ou você pode seguir a gente lá no DeBella Embarcando e acompanhar nosso dia a dia.