Search for content, post, videos

Meu querido diário – Becca & Vicky – Cap 63

E no sábado exatamente ao meio dia Vicky ligou para Rebecca avisando-a que estava no apartamento. Alguns minutos depois Rebecca encontrou Vicky dormindo no sofá da sala. Observou que alguns papeis referentes à ONG, estavam expostos desordenadamente sobre a mesinha de centro.

– Oi. Disse Vicky simplesmente.

– Oi, eu sinto muito pela sua perda, eu sei o quando sua avó significa para você.

Vicky levantou-se e abraçou-lhe por alguns minutos. Rebecca tentou beija-la Vicky recuou discretamente.

– Eu sei que disse a você palavras duras. Eu peço desculpas, eu não deveria ter me alterado tanto. Estou fazendo terapia justamente para não voltar ser a Rebecca de antes. Vou à terapia praticamente todos os dias, estou tomando rigorosamente a medição para insônia e estresse. Chan me ajuda com chás medicinais. Depois que ele disse que foi seu namorado, eu não consegui ouvir mais nada. E durante todo tempo que olhei fixamente para ele, eu apenas o ouvia dizer namorado.

Vicky ouviu atentamente, em alguns momentos apenas fez sinal de negativo com a cabeça.

– Eu confesso que achei assustador seu destempero emocional. Eu nunca antes vi cena parecida.  Eu senti medo de ti. Segurou tão firme meu braço que dias depois era possível ver a marca dos seus dedos.

– Você coloca tudo como prioridade antes de mim. É uma pena que o para sempre tenha durado tão pouco. Você vive deixando marcas em mim.

– Marcas de amor, só para te lembrar do quanto foi divertido o final de semana. E sempre com seu consentimento. Não queira comparar.

– Eu queria que você me desculpasse, mas ouvindo você dizer que sentiu medo de mim. Talvez seja mesmo melhor esperar este maldito ano acabar.

– Não culpe o ano, por suas atitudes imaturas. Tu estavas levemente alcoolizada.

– Bebi para aguentar um almoço com seu primeiro amor. Eu te amo. Disse de modo irônico.

– Eu sei que tu me amas. Mas eu quero que tu te ames.

– Você nem me procurou, não me ligou. Você nem importou. Se fosse um animal abandonado você teria dado importância. Olha seu apartamento parece um hotel. Parece até que o escritório da ONG é aqui.

– O voluntariado faz parte de quem sou meus amigos são bem vindos. Temos muitos planos. Queremos criar novas ONG’s, apoiar outras causas sociais. E tu és parte essencial de todos os meus planos, minha prioridade absoluta. Vicky & Becca para sempre.

– Eu sinto ciúmes. E você me faz parecer ridícula quando demonstro meus sentimentos.

– Eu sinto ciúmes de ti. Só não preciso ser antissocial, quebrar coisas para te provar.

– Sem você eu me sinto perdida. Não sei o que fazer com meus finais de semana. Sem você eu seria um monstro. Por te amar vou deixar seu primo babaca viver, mas se eu ouvi-lo dizer que foi seu primeiro amor, eu não responderei por mim.

Rebecca se aproximou e beijou-a ternamente.

– Então é assim. E só me beijar e acha que está perdoado.

– Se não me perdoar vou remover as tatuagens, e matar seu primo, (risos).

– Chantagem. Eu não entendo como consegues ser fofa de um jeito estranho. Tudo que dizes soa como uma declaração de amor.

– É porque eu te amo. Você já devia saber dizer eu também.

Continua…

sig_egPimenta