Menu fechado

Meu querido diário – Becca & Vicky – Cap 57

Durante dias Rebecca ligou para Vicky sem obter sucesso, soube através das meninas da ONG que Vicky estaria numa evento na noite de sábado, ficou a espreita ao avistar o carro de Vicky correu até ele, antes mesmo de tocar no vidro dois seguranças a impediram.

Rebecca gritou por Vicky, o motorista abriu o vidro. Rebecca ensopada devido à noite chuvosa. Vicky ordenou que os seguranças a soltassem, baixou o vidro.

O motorista olhou com descrença para Vicky, manteve a discrição.
– Senhorita?
Vicky abriu a porta do carro. Rebecca olhou para Vicky e ficou paralisada, pareceu não acreditar em como Vicky estava linda, num vestido fabuloso, igual a uma princesa, sapatos de salto, maquiagem.
– Você está linda!
Rebecca entrou no carro, fechou a porta. Sentou ao lado de Vicky.
– Boa noite, Vicky.
– Tu estas encharcada. Como pode perceber estou indo a um evento social importante. Eles já devem ter avisado meus pais.
– Nossa! Você está linda. Aposto como fica assim o tempo todo. Parece uma princesa.
Em poucos minutos o carro parou. Alguém se aproximou com um enorme guarda chuva. O motorista estacionou bem perto do portão de entrada.
– Rebecca, o evento vai acontecer aqui.
– É bem perto da sua casa. Eu estou sem maquiagem, sem sapatos de saltos, sem cigarros, sem bebidas alcoólicas, queria que soubesse que eu estou limpa. Você disse que era provisório e simplesmente sumiu.
Rebecca pediu ao motorista que desse mais uma volta no quarteirão.
– Tu estás encharcada, vai adoecer. Estamos na entrada do evento.
– Que bosta, já chegou.
Vicky respirou fundo.
– Israel, por favor, dê mais uma volta no quarteirão.
– Vamos lá à minha casa. Eu preciso conversar com você. Ou sei lá, estaciona em algum lugar.
– Minha mãe já me ligou seis vezes.
– Tem tanta gente aí, ela nem vai sentir sua falta. Por favor.
Rebecca tocou o rosto de Vicky, olhou em seus olhos.
– Diz que não quer ir para meu quarto.
Vicky passou as mãos nos cabelos e o penteado se desfez. Rebecca segurou suas mãos.
– Não estraga o penteado, uma de nós tem que ser a mocinha, hoje é você, (risos).
Rebecca se aproximou de Vicky, beijou diversas vezes sua boca, Vicky permaneceu imóvel por um tempo, Rebecca beijou o queixo, Vicky beijou-lhe a boca ardentemente. Rebecca abraçou-a durante o beijo, molhando seu vestido.
– Eu te amo, Vicky.
Por alguns instantes foi como se tudo tivesse exatamente igual. O carro parou na frente do evento, Vicky pediu para que o motorista levasse Rebecca para casa. Ao ver Vicky com vestido molhado a mãe dela fitou-a com olhar, mas tentou fingir que estava tudo bem. Vicky apenas tentou se recompor.

sig_egPimenta

Comente! ;)

Manda uma mensagem pra gente!