Menu fechado

Brincadeiras do destino – Cap 10

Andreia, pegou o rosto de Carol e a beijou calorosamente. Entre lágrimas e beijos balbuciou:
“Se você me machucar, eu prometo, eu te mato!”

A noite tinha sido emocionante e as duas foram pra casa ainda meio atordoadas deixando Dinha para trás, querendo aquilo para ela, afinal de contas se Carol, a eterna solteira, conseguia, ela tambem poderia.

Andréia e Carol entraram no predio ainda sem se falar muito, estava tudo meio estranho. Subiram, Andréia mergulhou no chuveiro sozinha enquanto Carol ficava sentada na cama, pensando em tudo que tinha começado, e tudo que estava por vir.

Andréia deixou a agua correr pelo corpo todo, lavando a alma, deixando as novas vibrações entrarem, nao sabia no que ia dar, mas estava decidida a tentar, precisava sentir seu coracao batendo novamente!

Quando ela saiu do banheiro de calcinha e blusão com o cabelo ainda despenteado, deu de cara com o quarto escuro, com algumas velas espalhadas pelo quarto, cama arrumada e Carol, sentada no meio da cama só de calcinha e sutiã esperando por ela.

Andréia andou com calma ate a cama e se sentou de frente pra Carol sem falar nada, só deixando o momento a acontecer.

Carol já sabia o que fazer e falar:
“Eu nunca estive com uma pessoa assim, nunca senti o que eu sinto por voce, estou com medo. Mas estou gostando e quero descobrir ate onde podemos ir. Voce quer ir comigo?”

Andréia nao esperava e tentou responder em meio a lagrimas que começavam a descer:
“Eu nao estava esperando isso e nem procurando na verdade. Mas voce apareceu e isso deve significar algo. Agora eu quero descobrir até onde isso tudo vai.

Se beijaram como se nada pudesse estragar aquele momento, afinal de contas, nada realmente poderia estragar.
O medo cercava o casal, a historia de cada uma dava motivos para esse medo todo. Mas a paixao e aquele sentimento que surgia, foram mais fortes e o amor, que elas ainda nao sabiam o quanto era forte, prevaleceu.

E fizeram o amor mais gostoso que ambas já tinham feito. Explodiram em sussurros, declarações e emoções. O dia estava perto de acabar, mas a vida das duas, estava tendo um novo começo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Dúvidas? É só chamar aqui!