Menu fechado

Confira ação que leva os números da violência doméstica para as portas das casas

“Da porta para dentro, o silêncio das vítimas esconde a violência doméstica. Da porta para fora, os números gritam por socorro”

O projeto “Se as casas falassem” está levando para as fachadas de 15 casas os números da violência doméstica no Brasil. Os responsáveis são jovens estudantes que usaram a criatividade para expor um problema que precisa ser visto.

No Instagram, eles reportam como o projeto expões essas informações. No @seascasasfalassem você pode ver imagens das mensagens colocadas nas casas. O local escolhido foi São Paulo e eles já atingem seis diferentes bairros. A ideia é mostrar que 71% dos casos de violência contra a mulher ocorrem em ambientes domésticos.

“Muitas vezes o vizinho escuta as brigas (entre um casal) e não faz nada, pensa no ditado de que “em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher” e não faz nada. Queríamos mostrar que é para intervir sim(…) Como podemos usar nossa criatividade para marcas e causas, pensamos em causas e veio a temática da violência doméstica, e no maior símbolo das casas. Por isso fizemos essa intervenção. Trazemos essa realidade para fora das casas, mostrando o que todo mundo sabe que acontece (em seu interior)”

Levantando às 5h da manhã e colocando em prática a idéia de expor os números os jovens fotografaram o resultado e colocaram no perfil do Instagram. Segundo eles, não há fins lucrativos na ação e em cada casa eles explicaram o motivo da intervenção. Não houve resistência e ninguém pediu para tirar.

Comente! ;)

Manda uma mensagem pra gente!