Search for content, post, videos

20 e poucos anos – Cap 28

Linda! – foi o primeiro pensamento de Samanta ao acordar.

Carina estava deitada de frente para ela com seus olhos azuis brilhantes e a pele branca exposta.
Samanta olhou a silhueta dela de cima a baixo com encanto e assustou-se quando recebeu um tapa de Carina, que disse:

– Você é mesmo uma atrevida.

Ela olhou para as feições de Carina para descobrir se havia raiva naquele comentário, mas sem muito esforço descobriu que não, pois a mão que dera o bofete em Sam, agora tocava seu rosto com delicadeza.

Sam fechou os olhos com a maciez daquele toque e logo em seguida, ainda de olhos fechados, sentiu duas coisas diferentes: a movimentação do colchão e os lábios de Carina nos seus.
Depois sentiu os seios fartos dela tocando sua pele, o que a fez puxar Carina pela cintura de forma instintiva.

Beijaram-se lenta e carinhosamente e, durante o beijo, Carina abraçou Sam na altura do busto e colou ainda mais seu corpo no dela. Samanta subiu uma das mãos para os cabelos loiros e sedosos de Carina, os acariciou e depois tocou-lhe a nuca, parando ali.

artes-facebook-8

Sentir a mão quente de Samanta por debaixo de seus cabelos, fez Carina suspirar. Devagar, ela desceu uma de suas mãos para os glúteos rígidos de Sam, sem parar de beijá-la.

Ainda de lado, Samanta colocou sua coxa entre as pernas de Carina e uma das coxas desta ficou entre as pernas de Sam. Segurando a cintura dela, Samanta começou a movê-la para frente e para trás. Não demorou muito para que a própria Carina passasse a fazer os movimentos sozinha e assim que ela tomou as rédeas do seu próprio prazer, Samanta tomou-lhe os seios alvos, com a boca.

Carina começou a gemer de forma contida, mas a cada segundo ficava mais difícil de controlar. Os movimentos foram ficando mais frenéticos até que isso, somado aos lábios de Sam brincando com seus seios, fizeram-na ter o primeiro orgasmo, que ela exprimiu em um gemido baixo.

Seu corpo ia começando a relaxar quando Samanta tocou-lhe a intimidade com a mão. Sam começou a mover a mão para frente e para trás (sem penetrar) e Carina percebeu que não conseguiria conter os gemidos. Então, ela mordeu o ombro de Samanta, que gemeu em resposta. O prazer estava ficando cada vez mais intenso e Carina começou a enterrar as unhas nas costas de Sam. Ela abriu os olhos e viu aquele braço moreno se movendo com vigor de encontro a seu corpo. Apertou-o no exato momento em que chegara a outro orgasmo, intenso, de nublar os sentidos.

Quando voltou a si, estava com dentes e unhas enterrados na carne de Sam que estava totalmente excitada com aquela mordida e com as arranhadas nas costas e braços, e agora se movia contra a coxa de Carina para chegar também ao clímax do prazer, o que não demorou muito, pois sua excitação já estava bem grande. Os corpos das duas relaxaram e elas ficaram paradas.

Carina olhou para Sam passou o dedo nos lábios dela, deu-lhe um beijo e sem pensar nada, aconchegou-se no abraço de Samanta.

 

É muito romantismo no ar! Parece que Carina e Samantha realmente estão dando uma chance ao amor!

sig_Gabi